Reinhart Koselleck – Futuro Uploaded by Ribeiro Filho. Copyright: © All Rights Reserved. Download as PDF or read online from Scribd. Flag for. Abre-se o caminho para a criação da filosofia da história, que pretende apreender o passado, o presente e o futuro como uma totalidade dotada de sentido. Buy Futuro Passado (Em Portuguese do Brasil) by Reinhart Koselleck (ISBN: ) from Amazon’s Book Store. Everyday low prices and free.

Author: Kigak Mikajar
Country: Great Britain
Language: English (Spanish)
Genre: Environment
Published (Last): 2 November 2017
Pages: 176
PDF File Size: 13.7 Mb
ePub File Size: 20.77 Mb
ISBN: 526-9-43555-321-1
Downloads: 4933
Price: Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader: Kami

Em primeiro lugar, a relatividade de toda perspectiva de julgamento, de toda experincia.

Mas, ao longo da histria grega, que decorreu rpida, os dois plos extremos do par de conceitos logo haveriam de distender-se. A partir da, o carter pedaggico da “histria” se modifica. Essa certeza, vlida at hoje, em geral tem aprovao unnime. Passdao Hegel separou sua histria universal filosfica e a subjetividade daquele indivduo pedante que tudo sabe mais e melhor [Besserwisser], definiu ao mesmo tempo ” Kpselleck acaso foi introduzido ao leitor da Europa Centralde um modo completamente justificado, na plenitude de seu sentido de algo no motivado, para passar ento a ter um motivo a partir da perspectiva ampla do historiador.

Mas o que impede o historiador de jse assegurar da histria do presente ou do passado por meio, unicamente, da interpretao de fontes no apenas sua pxssado ou, no caso da histria moderna, o excesso de oferta.

Contraponto Editora

Do ponto de vista da teoria do conhecimento, o espao contemporneo da experincia torna-se o centro de todas as histrias. As palavras podem mudar e, mesmo assim, a estrutura da argumentao assimtrica continuar a mesma. A propsito das metforas pr-modernas da imparcialidade J h muito que passsado arte e a cincia histricas adotaram o princpio segundo o qual os relatos sobre o fazer e o sofrer humanos devem ser compostos de modo fiel verdade.

No prediction departed from the space of previous history, and this was true in the same way for astrological and theological prophecies which remained tied to planetary laws or old promises.

A inscrio da moeda diz, repetindo Ovdio, res similis fictae, que Archenholtz traduziu ;assado como a fico”. Desde ento, inspirados por ele, os historiadores tiveram coragem de referir-se aberta e conscientemente sua “posio”, fufuro vez que deveriam refletir seu ponto de vista.

  FREE RAVAN SAMHITA PDF

Pois todo testemunho, seja escrito ou em forma de imagem, permanece associado s circunstncias, e o excesso de informaes que pode conter no suficiente para abarcar a historicidade que atravessa em diagonal todos os testemunhos do passado.

Gentz chegou assim a uma resposta que, em ltima instncia, remete a uma teoria da Revoluo.

Futuro passado: contribuição à semântica dos tempos históricos

Gottsched9 legitima a tarefa do historiador como sendo a de “dizer a verdade nua, istonarrar os acontecimentos sem qualquer maquiagem ou adorno”. Aquele que ainda hoje afirmasse “a imutabilidade do sistema eclesistico” estaria submetido a preconceitos e servindo a interesses hierrquicos. Tais “tendncias”, “idias” ou “foras” de longo prazo, como se dizia ento, tornaram-se interpretaes fundamentais para que a escola histrica pudesse articular em pocas o decurso integral da histria.

Pois o mbito da experincia se estreita na mesma medida em que tem que se adequar continuamente aos processos que outrora ocorriam no longo prazo e que hoje so abreviados com uma velocidade varivel ou simplesmente acelerada. Humboldt, seu precursor terico, no nega o princpio do sculo XVIII segundo o qual era possvel tratar “a histria universal no passado e no futuro” sob uma perspectiva causai; os limites desse clculo dependeriam da extenso dos nossos conhecimentos sobre as causas atuantes.

A par disso, “a exatido factual seria certamente estimulada pela polmica, uma vez que cada partido passaria a temer a crtica do outro, vigiando-se mutuamente”.

Uma unidade de ao pode entender-se como polis, como povo, como partido, como classe, como sociedade, como igreja, como Estado etc, sem que com isso os excludos estejam impedidos de se entender tambm como polis, como povo etc. Para Archenholtz, portanto, o acaso no era s um recurso estilstico para aumentar o contedo dramtico de sua representao o que, entretanto, tambm aconteceumas tambm uma forma de reproduzir determinada perspectiva: Pois h um grande nmero de proposies sobre a histria como um todo ou mesmo sobre passadl histrias singulares que no ioselleck ser respondidas de forma satisfatria a partir das fontes, ou cuja resposta demandaria, no mnimo, uma reelaborao do procedimento de pesquisa.

  JAFZA MAP PDF

Pelo contrrio, a idia de que quanto mais o tempo avana mais compreensvel se torna o passado um produto da filosofia do progresso pr-revolucionria.

Futuro passado: contribuição à semântica dos tempos históricos by Reinhart Koselleck

Talvez seja possvel demonstrar que a eliminao do acaso levou a uma exigncia koselleco alta de consistncia histrica, exatamente porque, no horizonte da singularidade histrica, a eliminao de cada acaso torna absoluta a relao causai como grandeza.

No apenas indica, mas tambm constitui grupos polticos ou sociais. Sua histria contribuiria ento, assim como tudo o mais que kosekleck de uma poca agitada, para aumentar a efervescncia dos espritos, excitar as paixes e incitar luta, sendo um eloqente monumento ser ta, e passaro, diferente dela, no pode ser escrita. Ela perdeu a caracterstica que a obrigava a ser sempre igual a si mesma. Dessa forma, o indivduo histricocontemporneo, ao participar da objetivao histrica do passado ou do futuro, torna-se capaz de objetivar ele mesmo a histria.

Sem prejuzo de que os contextos se diferenciam, resta um ponto de conexo metodologicamente ineludvel no curso da investigao: Mas elas podem tambm silenciar, uma vez que no haja qualquer documento ou testemunho paassado uma questo construda a partir do raciocnio terico o que, por si, no torna a questo equivocada.

Em Novalis escreveu, resumindo a discusso corrente da poca: Portanto, enquanto a historiografia tiver como objetivo esclarecer as circunstncias de acontecimentos em sua dimenso temporal, o acaso permanece como uma categoria a-histrica. Ele no dedutvel a partir do horizonte de esperana que se volta para o futuro a no ser como fissura repentina desse mesmo horizonte e tampouco pode ser percebido como resultado de causas passadas: Esse costume tem histria longa e movimentada, da qual trataremos aqui apenas de maneira genrica.